quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

NOVO DEBATE SOBRE O PEU VARGENS



No último dia 20/02 a Rádio Nacional promoveu mais um debate sobre a lei urbanística vigente para a região das Vargens, o chamado PEU Vargens, que abrange os bairros de Vargem Grande, Vargem, Pequena, Camorim, e parte da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes. Para ouvir, o link está aqui.



Camorim e Estrada dos Bandeirantes - Foto: Custódio Coimbra
O Globo


Contou com a presença de Sidnei Menezes, Presidente do CAU-RJ, do arquiteto e urbanista Canagé Vilhena, e de Carlos Augusto Nacimento, da Associação de Moradores de Vargem Grande.

Além das considerações pertinentes de Sidnei Menezes, em um importante depoimento Canagé Vilhena faz um retrospecto sobre o processo de ocupação do território do município do Rio de Janeiro, em especial das terras das Zonas Oeste e Norte, seja pela garantia de acesso dada ao mercado imobiliário formal, pela liberação para a construção de loteamentos sem a necessária infraestrutura, ou pela ocupação irregular, todos os casos permeados pela ausência das condições mínimas de serviços públicos e melhorias urbanísticas.

Outros problemas da Região das Vargens foram relatados aqui em A INACREDITÁVEL ÁREA DE ESPECIAL INTERESSE AMBIENTAL – AEIA - DA REGIÃO DAS VARGENS publicado em novembro/2013, após termos participado de um debate anterior sobre o assunto, também no programa Tema Livre.

Para lembrar mais uma vez, os artigos de nossa autoria elaborados na época da edição da lei que aprovou o Projeto de Estruturação Urbana – PEU Vargens, publicados no Portal Vitruvius de Arquitetura e Urbanismo foram:


Poucos anos depois nos deparamos com a manchete PEU DAS VARGENS – UMA FEROZ ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA, cujo título é autoexplicativo.

Falta de aviso não foi. Na sequência, Guaratiba que se cuide.






Nenhum comentário:

Postar um comentário